VOCÊ EMPREENDEDOR / NOTÍCIA

Livros digitais: melhores aparelhos para e-books

Há quem diga que os livros físicos um dia serão substituídos por completo pelos livros digitais. Mas a verdade é que, até agora, ambos têm se complementado muito bem. Não se trata de uma questão de gerações, mas sim de experiências. A leitura em um livro físico te desligada, de certa forma, do mundo virtual para algo palpável, o cheiro do papel, a experiência de sentir as páginas.

Já o livro virtual é “ecologicamente” mais sustentável e prático do que carregar livros físicos com, dependendo do tamanho do conteúdo, peso considerável. Mas, como já mencionamos, é tudo uma questão de experiência. Cada um promove uma experiência particular.

Ou seja, é possível dizer que livros físicos e digitais convivem entre si nas prateleiras de casas e apartamentos. Se você ainda não teve a oportunidade de usar um leitor de livros digitais, talvez seja a melhor hora para adquirir um para também experimentar novas experiências. Nossa missão com esse artigo é te ajudar com opções de leitores de livros digitais no mercado e suas particularidades.

Quanto aos valores dos leitores digitais


Normalmente, eles custam na faixa dos R$ 200 ou R$ 300, dependendo das funcionalidades que deseja que ele tenha. Para te ajudar nessa tarefa, reunimos abaixo 8 opções de leitor de livros digitais. Conheça cada um deles e defina qual o ideal para você!

Leitor de livros digitais “Kindle” 


O leitor de livros digitais da Amazon é o mais conhecido do mundo, justamente por ser o pioneiro na área. O principal atrativo do Kindle está justamente em seu foco de ler livros.

Diferente de celulares Android ou iPhone, você não recebe notificações, tampouco aplicativos de mídias sociais ou qualquer coisa do gênero para te distrair durante a leitura, o foco é apenas a leitura. O Kindle serve apenas para ler livros sem interrupções.

A opção do “Kindle Paperwhite” 


Atualmente, o Kindle está em sua 10° geração, disponível em duas versões principais e duas que não estão disponíveis no Brasil. A primeira é a padrão, que mostramos no item acima. Essa versão não traz luz azul e é ideal para ler antes de dormir se acompanhado de uma lanterna.

A outra é a Paperwhite, que te permite ler seus livros independente da luz ambiente. Além disso ela traz uma tela de resolução maior, se comparado à edição padrão.

O “Kindle Oasis”


Uma edição mais avançada que o Paperwhite, o Oasis não está disponível no Brasil. Comparando ao item anterior, o Oasis traz uma tela ainda maior.

Ele também traz melhor iluminação e ajustes automáticos, que detectam a luminosidade do ambiente e adapta a luminosidade interna para o que é ideal naquele ambiente. Perfeito para aquele intervalo no trabalho, trabalhe você na rua ou em casa.

O Kindle Oasis também traz botões para virar a página, caso não goste de ter que deslizar o dedo para continuar seu livro.

A opção de leitor de livros digitais “Lev Fit”


A Livraria Saraiva também entrou na onda e criou seu próprio leitor de livros digitais. O Lev Fit é uma opção mais indicada para quem tem muitos PDFs. Embora o Kindle também ofereça suporte ao formato, os arquivos não são mostrados de maneira tão organizada.

Já o Lev Fit traz uma tecnologia que traz melhor formatação para e-books nesse formato. O aparelho tem 4 GB de armazenamento, que pode ser expandido ao usar cartões de memória. Assim como o Kindle padrão, ele não traz iluminação interna.

Leitor de livros digitais “Lev Neo”


Está para o Lev Fit como o Paperwhite está para o Kindle comum. Ou seja, o Lev Neo traz tudo que o Fit possui, além de contar com iluminação interna.

Ele traz tela de 6 polegadas e dobra o armazenamento do original, permitindo colocar até 8 GB de e-books no aparelho. Também é possível aumentar essa capacidade se optar por inserir um cartão de memória nele.

Outra opção é o “Kobo Clara HD”


Outra marca de leitor de livros digitais que vem se popularizando e rivalizando com o Kindle é o Kobo Clara HD, que também foi criado por uma grande gigante do e-commerce, a Rakuten.

Assim como seus rivais, o Kobo permite ler livros digitais comprados apenas em sua loja on-line, que no Brasil é representada pela Livraria Cultura. Ele também permite visualizar arquivos em formatos como o e-PUB ou PDF, perfeito para ler e-books que conseguiu com esses aplicativos para baixar livros.

Leitor de livros “Fire HD 10”


Um dos poucos itens da lista que não serve apenas como leitor de livros digitais. O Fire HD 10, também criado pela Amazon, também serve como uma central de mídia.

Você pode assistir a filmes e séries nele, sejam eles armazenados na memória do dispositivo ou acessando o Netflix e suas alternativas. Você também pode ler seus livros do Kindle nele, apesar desse parecer não ser uma das funções principais do aparelho.

Leitor de livros digitais iPad Mini


Enquanto a versão original do iPad possa ser usado para ler livros, seu peso pode tornar a experiência desconfortável. O iPad Mini resolve esse problema, tornando-o uma opção de leitor de livros digitais.

Assim como o Fire HD 10, essa não é sua principal função, já que ele é um tablet completo. Ou seja, você terá acesso a mídias sociais e jogos para o iPad Mini, por exemplo. Você pode ler livros em diversos formatos, inclusive os do Kindle.

Por que você deve usar um leitor de livros digitais?


A maioria dos aparelhos que mostramos nessa lista são perfeitos para a leitura, já que não trazem outras distrações e permite treinar seu foco, o que é ideal para aumentar sua produtividade.Além disso, o leitor de livros digitais é feito para emular a sensação de estar segurando um livro de papel. Ou seja, seu design é feito com a intenção de facilitar a leitura ao mesmo tempo que transmite a sensação de familiaridade.

Lembrando que a intenção não é dizer que o virtual é melhor que o físico ou vice-versa, como já deixamos bem claro, ambos são experiências diferentes. Mas quanto a praticidade podemos arriscar dizer que os livros virtuais ganham neste aspecto. O importante é manter o hábito fundamental da leitura, seja qual for o método que você utiliza.

← Voltar
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Gestão de Mídias: jovem une tecnologia e evangelização

Quando falamos de internet, ela pode ter muitas funcionalidades e ser usada para os mais variados fins. E para "administrar" todas essas possibilidades, a profissão de gestão de mídias tem despontado como um trabalho cada vez mais necessário no mercado. As empresas que ainda não estão nas redes, não estão ...

Salário emocional: como está o seu?

Quando você é colaborador em uma empresa o salário pode fazer a diferença na sua autoestima, no rendimento do seu trabalho, no ânimo de forma geral de como você realiza a sua atividade. Mas não estamos falando somente de salário "financeiro", nosso foco neste artigo é um outro tipo de ...