VOCÊ EMPREENDEDOR / NOTÍCIA

Postura correta para uma vida mais saudável


A má postura é a responsável por causar vários problemas de saúde na população, em especial envolvendo os músculos das costas e a coluna. Hoje vamos explicar como atitudes simples podem evitar que você prejudique a sua coluna cervical, garantindo uma postura correta para uma vida mais saudável.

Se você faz parte do grupo de brasileiros que trabalha em um escritório e fica por horas e mais horas sentado na mesma posição, saiba que você pode estar acumulando problemas futuros. Vamos elencar alguns cuidados básicos para que você não seja mais um na estatística de pessoas com problemas de saúde relacionadas a má postura no trabalho.

Sente-se corretamente


Um dos erros básicos de quem trabalha muito tempo sentado é continuar no mesmo lugar por várias horas seguidas sem se alongar, sem se exercitar por alguns minutos ou fazer pausas para dar uma caminhada, tomar um café ou outras atividades que façam você sair do “lugar de conforto”.

Mas não adianta você se alongar e separar um tempo para se exercitar se não houver mudança de alguns hábitos. Se você continuar com uma postura errada ao se sentar, terá problemas do mesmo jeito. O ideal é você seguir algumas regras quando estiver sentado em uma cadeira por muito tempo.

Mantenha a postura!


Primeiramente tente manter a coluna ereta a maior parte do tempo, não fique “jogado” na cadeira com as costas curvadas para frente ou para trás, forçando os ombros e o pescoço, sempre que lembrar tente mudar a posição e deixar as costas retas novamente, até isso se tornar algo tão comum que seu inconsciente irá lembrar de sentar dessa maneira novamente.

Outro ponto importante é manter os pés no chão, sente-se na cadeira e deixe os joelhos dobrados em um ângulo de 90°. A cadeira não pode ficar nem muito baixa nem muito alta a ponto de seus pés ficarem suspensos. A cadeira deve ficar exatamente em uma posição em que seus pés toquem de maneira suave o chão.

Um detalhe importante para quem trabalha com computadores ou notebooks é a altura das telas e o posicionamento do teclado. Quanto as telas, tente mantê-las o mais direcionadas possível, de preferência, na altura dos olhos. Assim você não precisará forçar os olhos e, por consequência, o pescoço para baixo.

O mesmo acontece se as telas estiverem colocadas muito altas, você acabará forçando olhos e o pescoço pra cima, prejudicando a musculatura da região. Já os braços devem ficar próximos ao corpo, não servindo como apoio para o peso das costas e do corpo.

Ajuda especializada


Se você já tem alguma dorzinha persistente nas costas ou não consegue melhorar os hábitos no trabalho quanto a má postura, o ideal é procurar ajuda especializada na área da saúde. Nestes casos o mais indicado são atividades como Pilates, natação, exercícios aeróbicos ou musculação (sempre com a ajuda de um profissional) e em último caso a fisioterapia, para ajudar a corrigir danos já existentes.



Mas lembre-se, antes de recorrer a algum tipo de atividade listada acima, procure um médico especialista em ossos ou articulações para saber se está tudo “ok” e se você não terá problemas se fizer algumas das atividades.

Cada pessoa é caso, fazer exercícios sem o diagnóstico clínico do problema só irá agravar suas dores e lesionar ainda mais o seu ponto comprometido no corpo. É bom lembrar também que não é porque um procedimento ajudou Fulano ou Ciclano, que pode ser a “salvação” para suas dores, procure sempre um profissional.

← Voltar
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Gestão de Mídias: jovem une tecnologia e evangelização

Quando falamos de internet, ela pode ter muitas funcionalidades e ser usada para os mais variados fins. E para "administrar" todas essas possibilidades, a profissão de gestão de mídias tem despontado como um trabalho cada vez mais necessário no mercado. As empresas que ainda não estão nas redes, não estão ...

Salário emocional: como está o seu?

Quando você é colaborador em uma empresa o salário pode fazer a diferença na sua autoestima, no rendimento do seu trabalho, no ânimo de forma geral de como você realiza a sua atividade. Mas não estamos falando somente de salário "financeiro", nosso foco neste artigo é um outro tipo de ...