VOCÊ EMPREENDEDOR / NOTÍCIA

Ar condicionado: usar ou não na pandemia?

Em muitos estados brasileiros o inverno traz o frio, geada e até neve nos pontos mais altos das serras. Mas em um país continental como o Brasil, nem todos os estados podem se dar ao luxo de aposentar o ar condicionado nos meses de inverno. Muito pelo contrário, o inverno, muitas vezes, é ainda mais quente e seco em algumas regiões do Brasil.

Usar o ar condicionado em casa, no trabalho e principalmente no carro, deixou de ser algo supérfluo para se tornar um item do bem-estar coletivo e individual. Mas a pergunta que todos se fazem neste momento é sobre como usar o ar condicionado na pandemia. Devo usar de forma reduzida? Só quando eu estiver sozinho? No ambiente de trabalho, como faz? Ou não usar de jeito nenhum?  

Preparamos algumas dicas para você que tem um aparelho de ar condicionado e não pode (ou não consegue) ficar sem usar o equipamento.

O que dizem as autoridades de saúde?


As autoridades ligadas a saúde, bem como estudos universitários nacionais e internacionais, são bem claros. Eles têm reforçado a importância de não utilizar o ar condicionado em ambientes coletivos, pois a chance de o vírus se propagar para mais pessoas é ainda maior. Para que o aparelho funcione de forma adequada, ele terá que refrigerar o mesmo ar do ambiente em um processo contínuo, não havendo a renovação do ar, apenas a refrigeração do mesmo.

Dessa forma o vírus pode “ir e voltar” várias vezes pelos dutos da climatização. Pois se as portas e janelas estiverem abertas, o ambiente não ficará fresco e a conta de luz irá nas nuvens devido ao esforço dobrado do aparelho para refrigerar o espaço.

Setor defende o bem-estar promovido pelo ar condicionado


Por outro lado, a Associação Brasileira de Ar Condicionado, Refrigeração, Ventilação e Aquecimento (ABRAVA) emitiu uma nota em que diz que a manutenção do sistema de climatização, mais do que nunca, é fundamental. Principalmente os processos que envolvem a higienização dos aparelhos, tanto residenciais como automotivos.

A associação enfatiza que ambientes climatizados se tornaram imprescindíveis para o funcionamento de diversos segmentos de atuação como hospitais, supermercados, farmácias, datacenters, entre outros, e reforça que o uso de sistemas de climatização contribui para saúde, produtividade e garantia dos processos realizados em determinados ambientes, sendo assim, indispensável no dia a dia da sociedade, segundo a associação.

Ambientes sem climatização, sem ventilação, ou mesmo sem manutenção adequada dos ambientes climatizados são fatores insalubres, prejudiciais à saúde e improdutivos, ainda segundo a nota da ABRAVA. Diante do cenário de pandemia, a associação destacou algumas medidas preventivas que podem contribuir para o funcionamento de um ambiente com segurança, controle do contágio por meio do vírus, e, principalmente, a garantia de uma qualidade do ar adequada em favor da saúde das pessoas e bem-estar das pessoas.

Itens fundamentais a serem observados


Até aqui vimos dois pontos importantes. O primeiro é que o vírus circula pelo ar e o ar condicionado pode ser considerado um “disseminador” de vírus. O segundo ponto é que ficar sem o ar condicionado em alguns ambientes é impossível devido ao calor e a falta do bem-estar de pacientes, clientes e colaboradores, principalmente nos estados mais quentes. Nessa situação complexa o que vale é o bom senso e a atenção a alguns cuidados, como os que vamos elencar abaixo.  

  • Renovação do Ar: ação que garante a ventilação e circulação do ar, além da diluição do ar no interior do ambiente, desta forma não permitindo a concentração de poluentes, fator que provoca agravos à saúde dos ocupantes, por mais que haja o aumento na fatura de luz, é preciso, de tempos em tempos, abrir portas e janelas para renovar o ar “viciado” dos ambientes.

  • Filtragem: ação que tem por objetivo reter partículas e micro gotículas que podem carregar poluentes ou microrganismos como o COVID-19, você pode checar com as refrigerações especializadas se há filtros especiais para esse momento ou mesmo checar dicas e sugestões caso seu filtro seja inadequado. E sempre manter a higienização constante dos filtros dos aparelhos utilizados.

Resumo sobre o uso do ar condicionado


Para terminar, e deixar mais uma vez claro, é fundamental evitar o ar condicionado se o gráfico da pandemia estiver “nas alturas” no seu estado ou município, todo esforço deve contar para evitar a proliferação do Coronavírus.

Caso o uso do aparelho seja indispensável, em situações de calor extremo, o uso deve ser monitorado com intervalos de reabertura de portas e janelas para a renovação do ar e higienização e desinfecção constante dos filtros.

A ANVISA, que é a Agência Nacional da Vigilância Sanitária, e outros órgãos municipais, governamentais e federais, têm emitido informativos a população e que devem ser seguidos, como o de se manter em isolamento social, principalmente se você for do grupo de risco.  

Oportunidade para trabalhadores de instalação e manutenção


Para quem trabalha com instalação e manutenção de ar condicionado o momento é propício para realizar campanhas e propagandas sobre a importância de realizar uma manutenção preventiva no aparelho, bem como a limpeza completa do ar condicionado. Entrar em contato com os clientes já existentes é importante, já que boa parte da população está buscando ao máximo medidas preventivas.

O mercado de instalação e manutenção de ar condicionado só cresce no Brasil, demanda que vai nas alturas nas estações mais quentes. No inverno muita gente também aproveita para comprar aparelhos em promoções para evitar a correria em busca de um ar condicionado nas lojas no verão. O que não reduz a demanda por mão de obra especializada na instalação dos aparelhos nos meses de inverno.

EPI é indispensável para manusear o ar condicionado


Durante a pandemia os profissionais, de empresas ou autônomos, devem redobrar os cuidados ao lidar com os equipamentos. Principalmente na hora da limpeza e higienização dos filtros. Todos os Equipamentos de Proteção Individual (EPI) devem ser utilizados para evitar qualquer possível contato com o vírus, principalmente se forem filtros de ambientes hospitalares, clínicas e unidades de saúde.

Você que busca uma oportunidade de qualificação na área de instalação e manutenção de ar condicionado, ou quer aprender para fazer a manutenção você mesmo dos aparelhos para economizar, pode procurar cursos especializados como esse.

← Voltar
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Alongamento de cílios: tipos e procedimentos

Ah o setor da beleza! Definitivamente esse segmento não sabe o que é crise, afinal, ele movimenta bilhões de reais todos os anos no Brasil. Nós temos algumas das maiores empresas do segmento no mundo. Tantas opções, e possibilidades, vêm ajudando a dinamizar o setor da beleza em mais áreas ...

Livros digitais: melhores aparelhos para e-books

Há quem diga que os livros físicos um dia serão substituídos por completo pelos livros digitais. Mas a verdade é que, até agora, ambos têm se complementado muito bem. Não se trata de uma questão de gerações, mas sim de experiências. A leitura em um livro físico te desligada, de ...