VOCÊ EMPREENDEDOR / NOTÍCIA

Verão: dicas para driblar o calor

Este verão será atípico para os países tropicais. Bem mais quentes que os de outras regiões, viver em determinados ambientes sem a ajuda do bem-aventurado ar condicionado, em pleno verão, será desafiador. Mas acredite, há soluções para diminuir a sensação de calor em casa nos dias mais quentes da estação e poupar o uso do ar condicionado neste verão.

Primeiramente, nós lembramos que usar o ar condicionado na atual situação em que se encontra o Brasil (na pandemia) e outras centenas de países, não é recomendado pela Organização Mundial da Saúde. Claro que não é proibido, mas não é recomendado, vai do bom senso. Inclusive há mais informações sobre o uso do ar na pandemia neste artigo.

Sem a recomendação de utilizar o ar condicionado no verão, listamos algumas alternativas para ajudar a amenizar o calor na sua residência.

No verão aproveite para trocar as lâmpadas incandescentes


Se a sensação térmica já é de estar assando lentamente em um forno, por que deixar o ambiente ainda mais quente? Para produzir luz, as lâmpadas incandescentes, o nome já diz, produzem também calor. Ainda hoje há muitos locais que utilizam esse tipo de lâmpada, seja pelo preço ou em ambientes especiais para gerar uma estética especial.

Substituí-las por modelos fluorescentes, as lâmpadas eletrônicas, ou as de LED, são as alternativas mais sensatas. Você, além de refrescar a casa, vai aliviar o seu bolso, gastando menos energia elétrica. Elas são mais caras, é verdade, mas consomem menos energia e duram bem mais tempo que as “queimadeirinhas” lâmpadas incandescentes.  

Use e abuse de tecidos e cores leves no verão


Se o revestimento do sofá ou da poltrona é quente, como veludo, ou não absorve o suor, como o couro, o ideal é cobri-lo com uma capa ou manta feita de material mais leve e agradável ao tato, como o algodão ou seda, bem mais refrescantes.

Paredes e cortinas brancas refletem mais do que absorvem luz. Sozinhas, não refrescam o ambiente, mas ao menos evitam que ele esquente ainda mais.

Cuide com a entrada de luz no verão, ela esquenta o ambiente


O ideal é que as cortinas sejam leves e vazadas, para que a tão esperada brisinha entre mais facilmente. Nos cômodos em que o sol incide diretamente, feche com cortinas de blecaute. O ideal é que a parte virada para fora seja branca, assim, a luz não é absorvida na forma de calor.

Outra solução é colar uma película reflexiva no vidro, como as usadas nos carros. O sol bate e volta. Para locais sem insolação direta, uma estratégia para refrescar o ambiente é deixar o vento que vem do exterior passar por um lençol claro e úmido na janela e mantê-la aberta. Ao passar pelo lençol, o ar quente é resfriado. Legal não é mesmo? Além de ajudar a umidificar o ambiente. 

Ventiladores são “menos vilões” que o ar condicionado na pandemia


Para se manter um ar refrescado no ambiente, com o uso do ar condicionado, é preciso que todos os ambientes estejam fechados. Portas e janelas. Isso para melhorar a eficiência do equipamento e para você não rasgar dinheiro, já que se deixar tudo aberto, além de não refrescar, o aparelho vai trabalhar dobrado e “sugar” energia elétrica sem parar.

Os ventiladores, por outro lado, não esfriam o ambiente, mas fazem circular o ar. Movendo correntes de ar de um lado para o outro e ajudando a renovar o ar do ambiente, algo extremamente necessário em plena pandemia.

Ao anoitecer, quando a temperatura externa costuma ser menor que a interna, o aparelho pode ser colocado de frente para a janela, com a parte dianteira apontada para o lado de fora. Assim, ele empurra o ar quente para fora e traz o ar mais frio para dentro. Garanto que irá ajudar a refrescar a sua casa ou apartamento.

Na falta de um ar-condicionado, o jeito então é “turbinar” o ventilador. Deixe-o voltado para as pessoas e ponha uma tigela com gelo ou uma garrafa d’água na frente dele. O vento vai difundir o ar gelado. Porém, muito cuidado para que o gelo não entre em contato com o fio, e faça você causar um curto circuito ou algo pior! Cuidado com crianças e animais de estimação.

A água é a principal aliada no verão, então use-a bastante!


Espalhar bacias d’água pela casa funciona de verdade. A água evapora, deixa o ar mais úmido e torna a respiração mais confortável. Elas podem ficar embaixo da cama, para evitar acidentes. Troque a água diariamente, não vai querer transformá-las em criadouro do mosquito da dengue, certo?

Uma opção mais bonita às bacias d’água são as fontes. A maioria delas funciona com eletricidade e não há necessidade de instalação, basta comprar e ligar. Pequenas fontes d’água refrescam o ambiente, criando um microclima mais agradável. Além disso, elas promovem o relaxamento.

No quarto de dormir, para deixar a cama mais confortável, prefira lençóis e fronhas com 100% algodão. Cobrir-se com toalha molhada ou fazer compressas com gelo artificial pode provocar resfriados, e não queremos isso agora, não é mesmo? O melhor é congelar por duas horas uma porção de arroz dentro de uma meia de algodão e colocá-la entre os lençóis. O arroz retém o frio por bastante tempo e não molha o colchão, dica bacana essa não?

Que tal um cantinho verde na sua casa?


Plantas dentro de casa também ajudam a baixar a temperatura. Conforme você rega a planta, ela transpira o excesso d’água, o que sobra depois da fotossíntese. Quando há várias plantas juntas, o ambiente fica mais fresco.

Funciona tanto com vasos distribuídos pela casa, quanto concentrados num único canto. Se o morador optar por fazer a “área verde” perto da janela, deve escolher plantas que gostam de muita luz, como orquídea, fícus, ráfis, espada-de-são-jorge, filodendro, lírio da paz, samambaia e dracena.



Outra opção é usar plantas que vivem apenas com água (sem terra), como o singônio. Preencha o vaso com pedrinhas, como ametista ou argila expandida. Para ficar ainda mais bonito, recorra a um gel especial para jardinagem, que vem em várias cores. Ele permite a evaporação da água, mas impede que sejam formados criadouros do mosquito da dengue.

Viu gente, com dicas simples é possível tentar driblar o calorão do verão e deixar, ao menos um pouco, o ar condicionado de lado neste verão de pandemia de Covid-19.

Manutenção e prevenção!


Com o uso mais restringido do aparelho de ar condicionado, é sempre importante você aproveitar para dar aquela “geralzona” no aparelho. Afinal você deve fazer uma limpeza (manutenção) no aparelho pelo menos uma vez por ano.

Caso contrário o acumulo de pó, sujeiras e detritos, podem entupir e reduzir o desemprenho do ar no em pleno verão. Mas lembre-se: é fundamental que um técnico qualificado mexa no equipamento, para não haver danos e riscos a sua segurança.

Se você quiser aprender a mexer no seu ar, ou tornar a instalação e manutenção de ar condicionado uma fonte de renda extra, separamos esse curso para você investir e ter retorno imediato.

← Voltar
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
A batalha contra o Covid e a vontade de vencer

Você, neste exato momento, está respirando com a força dos seus pulmões? Se sim, que boa notícia! Continue os cuidados higienizando as mãos, mantendo o isolamento, usando máscara e, se chegar a sua vez de ser vacinado, corra o quanto antes para ser imunizado.Neste exato momento, milhares de brasileiros estão ...

Chef Vegano ganha ênfase na gastronomia

O veganismo tem cada vez mais adeptos pelo mundo afora. Se há alguns anos ficávamos surpreendidos quando ouvíamos alguém afirmar-se vegano, hoje em dia encaramos este estilo de vida com muito mais normalidade.Havendo cada vez mais pessoas seguindo este tipo de regime alimentar, não é de estranhar que haja mais ...