VOCÊ EMPREENDEDOR / NOTÍCIA

Dicas para memorizar o que você estuda

Ter uma estratégia de estudos é essencial para qualquer aluno que deseja memorizar o que lê, escreve e assiste. Memorizar o que você estuda, significa ter sucesso no seu objetivo de conquista de um cargo em uma empresa ou no seu projeto de abrir um negócio próprio.

Para ajudar você nesse desafio, apresentamos algumas dicas para memorizar mais conteúdos. Mesmo os cursos profissionalizantes que são mais práticos, com mais aulas práticas no estilo “mão na massa”, merecem atenção quanto aos conteúdos teóricos.

Afinal sempre é bom estar anotando o que você estuda como dicas extras do instrutor, que não consta na apostila, depoimentos de colegas de sala de aula sobre experiências, entre outras coisas que você deve memorizar para utilizar no trabalho.

Para memorizar: revisar sempre!


Embora muitos estudantes odeiem esta etapa, a revisão é instrumento básico para memorização e medição do aprendizado. E repassar a matéria não significa que você tenha que rever tudo, mas sim os pontos mais importantes.

É fazer um resumo condensado do tema aprendido. Evite deixar essa tarefa para as vésperas das provas e se tornar vítima da “Curva do Esquecimento”.

Revisões espaçadas


Não basta revisar os conteúdos apenas uma vez para fixar bem as matérias. A primeira deve acontecer no mesmo dia em que o assunto foi estudado. A segunda pode ser entre três e sete dias; a terceira, duas semanas depois; e outra um mês depois para uma boa memorização do tema.

Principalmente se forem conteúdos que você tenha dificuldade de memorizar ou de por em prática. Como medidas, equações e atalhos essenciais para desempenhar uma atividade.

Para memorizar é preciso mais entendimento do que “decoreba”


Procure entender o que está estudando e não apenas decorar. É claro que alguns assuntos não têm jeito mesmo, como é o caso de leis, siglas e fórmulas.

Faça pequenos resumos e pratique a autoexplicação. Tente também explicar para outra pessoa o que entendeu com suas palavras e, caso não consiga, é sinal de que você não está dominando o tema.

Crie flash card com palavra-chave


Os flashes cards são uma forma de revisão de matérias por meio de palavras-chaves, com respostas resumidas. Você pode ter vários cartões e ir separando pela margem de acerto das respostas. Reveja várias vezes os que não conseguiu acertar.

Mapas mentais ajudam


O modelo mais conhecido é o proposto pelo escritor inglês Tony Buzan, que pesquisou a eficácia desse tipo de diagrama para a aprendizagem. Pegue uma folha de sulfite na forma horizontal e canetas coloridas.

Escreva o tema principal no centro e trace ramos com subtemas que se conectam com outros galhos que recebem palavras-chave dos conteúdos. Faça desenhos e símbolos para resumir a matéria, com representações sem muito texto.

Estude descansado


Evite estudar cansado. Às vezes, vale mais a pena dormir e acordar cedo com a mente vazia do que passar a madrugada tentando entender uma matéria.

A produtividade cai quando o cérebro está cansado e beber café para dar uma “turbinada” nos estudos, não é uma solução indicada. Nada substitui o bom e velho sono, para revigorar corpo e mente.

Dê pausas para oxigenar o cérebro


Especialistas afirmam que após duas horas contínuas de estudos, o cérebro desliga e não consegue processar informações. A compreensão fica mais lenta. É mais produtivo dar pausas para um lanche, tomar água ou fazer qualquer atividade que ajude a carregar as baterias.

Para memorizar, mantenha o foco!


O momento dos estudos exige muita atenção para uma boa memorização. Então, fique longe de todas as distrações que podem desviar seu foco: celular, redes sociais, TV, rádio etc.

Assim, você evita ter que voltar várias vezes a um mesmo tema para compreendê-lo. É importante cuidar também da sua postura. Estudar deitado ou mais relaxado em camas pode ser um convite para o sono ou a preguiça. Esperamos ter ajudado até aqui, bom estudo!

← Voltar
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Influenciador Digital: ganhe dinheiro com a internet!

Com o desenvolvimento da tecnologia e da Internet, começamos a viver em um novo paradigma. No passado, grandes produtores e grandes empresas eram os que mantinham o monopólio da mídia. Agora, como influenciador digital, você pode aproveitar para fazer divulgações de produtos, estabelecimentos e muitos mais.Pessoas comuns podem produzir conteúdo, ...

Cursos livres: 4 vantagens de investir em profissionalização!

Investir em cursos livres pode ser uma boa oportunidade para quem precisa se recolocar no mercado de trabalho ou começar uma profissão do zero. De fato, esse tipo de experiência de ensino faz muita diferença na formação de bons profissionais que enxergam além das opções tradicionais do mercado.Durante a dinâmica ...