VOCÊ EMPREENDEDOR / NOTÍCIA

Fotografia: hobby de mãe e filha se torna profissão

O sonho dos pais é poder dar tudo que nunca tiveram aos seus filhos. Oportunidade de estudar em uma boa escola, cursos complementares, conforto e uma vida melhor. Foi assim com a dona Iolete Bertoncello, que realizou o sonho da filha dela. Andressa Bertoncello, filha da dona Iolete, fez o curso de fotografia e logo em seguida foi a vez da própria dona Iolete começar a se interessar pela profissão, nascia entre as duas o amor pela fotografia!

As duas, mãe e filha, possuem uma empresa de confecção. Elas produzem uniformes para escolas públicas da rede estadual e municipal da cidade onde moram, Fazenda Rio Grande na região metropolitana de Curitiba.

Além das peças destinadas aos estudantes elas também montaram uma loja com roupas produzidas por elas, uma marca própria que tem feito sucesso por lá. Mas a verdadeira paixão da Andressa veio quando ela decidiu mostrar nas redes sociais as peças que elas produziam.

Primeiro contato com a fotografia


Para mostrar as peças de roupas que elas confeccionavam, Andressa comprou uma câmera profissional. Com ela em mãos, Andressa tirava fotos dos mais variados modelos de roupas.


Foi então que ela viu que havia uma gama de recursos no equipamento que ela recém comprara. Mas não dominava as técnicas e, por consequência, acabava por não aproveitar e utilizar todos os recursos (fantásticos) do equipamento.

Foi então que ela decidiu entrar em um curso de fotografia para, de uma vez por todas, aproveitar ao máximo a sua câmera fotográfica. “Eu pensei comigo: eu vou, vou por curiosidade, para aprender a usar a câmera. Por que eu gosto de viajar, gosto de ir fotografar, o curso e a profissão foram me apaixonando a cada aula”, afirma Andressa.

Foto: Andressa Bertoncello


Andressa começou a aprender mais sobre a fotografia e viu as infinitas possibilidades que o equipamento que ela tinha em mãos poderia oferecer. O que era para ser parte do seu trabalho na empresa, tirar fotos das roupas para divulgar nas redes, acabou se tornando uma nova paixão e uma nova profissão, se tornando mais uma fonte de renda para a família.

A fotografia e suas possibilidades

Foto: Andressa Bertoncello


Apaixonada pelo que vinha aprendendo no curso profissionalizante, Andressa percebeu que poderia começar (por que não?) a lucrar com sua nova profissão. Unir o útil ao agradável.

Foto: Andressa Bertoncello


E então começou a registrar fotos de casamentos, festas, gestantes, casais, fazer books dos mais variados tipos, nas mais variadas paisagens, o resultado tem sido, até então, fotos lindas!

Foto: Andressa Bertoncello

A vez da dona Iolete


Vendo que a filha evoluía cada vez mais no curso e que começava a registrar fotos cada vez mais lindas com a câmera, a dona Iolete decidiu entrar no curso de fotografia também. Depois de tanto tempo sem estudar, ela encarou o desafio de fazer um curso profissionalizante. O que era para ser um hobby, também se tornou uma paixão. Ela adorou o mundo da fotografia.

Foto: Andressa Bertoncello


“A minha mãe vendo todo esse processo, acho que ela se animou e começou a estudar também, o Instituto Mix, onde fizemos o curso, também incentivou bastante: vamos Iolete, nunca tem idade pra você realizar os seus sonhos, eles diziam”, conta Andressa.

E não tem mesmo! A dona Iolete provou que é possível aprender uma nova profissão em qualquer idade, basta querer, dar o primeiro passo.

“Para mim foi como realizar um sonho, o curso foi muito bom para mim, para minha vida. Uma perspectiva diferente da rotina, do trabalho, de ver as coisas acontecerem, nossa foi muito bom e importante esse curso para mim”, enfatiza dona Iolete.

A foto e sua utilidade em outras profissões!


A fotografia passou por muitos processos de evolução ao longo dos anos. Desde a primeira foto impressa em 9 de maio de 1816, pelo francês Joseph Nicéphore Niepce, até os recursos tecnológicos atuais que permitem fazer fotos com qualidade 4K.

Fotos que contam histórias, eternizam momentos e que ajudam na comunicação da sociedade como um todo. Novos planetas descobertos são anunciados com quais recursos? Fotos. Documentos pessoais precisam de fotos, quando viajamos registramos muitas fotos dos lugares que jamais vimos e queremos eternizar aquela paisagem.

Quando vemos notícias em portais na internet somos comunicados com textos e fotos que complementam a reportagem, tudo isso para você ter uma ideia da importância da fotografia.

Andressa fazendo o que mais gosta, fotografar!


Não demorou muito para dona Iolete perceber a relevância da fotografia no cotidiano. “Eu tinha na minha turma profissionais de outras áreas como cabeleireiros por exemplo, que estavam ali estudando fotografia porque queriam aprender a tirar boas fotos para, assim como nós, também divulgar o trabalho deles. A fotografia é um complemento para várias outras atividades, lembro de ter ficado impressionada como ela complementava outras funções”, ressalta a empresária.

Atualmente as duas continuam trabalhando com a confecção. Dona Iolete segue praticando seu hobby e a Andressa, agora mais do que ajudar na administração da empresa, tem uma nova profissão: fotógrafa!  

← Voltar
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Gestão de Mídias: jovem une tecnologia e evangelização

Quando falamos de internet, ela pode ter muitas funcionalidades e ser usada para os mais variados fins. E para "administrar" todas essas possibilidades, a profissão de gestão de mídias tem despontado como um trabalho cada vez mais necessário no mercado. As empresas que ainda não estão nas redes, não estão ...

Salário emocional: como está o seu?

Quando você é colaborador em uma empresa o salário pode fazer a diferença na sua autoestima, no rendimento do seu trabalho, no ânimo de forma geral de como você realiza a sua atividade. Mas não estamos falando somente de salário "financeiro", nosso foco neste artigo é um outro tipo de ...