VOCÊ EMPREENDEDOR / NOTÍCIA

Plantas são um bom negócio na crise

Você já deve ter reparado que nos supermercados e estabelecimentos de compras tem aumentando um espaço exclusivo para as plantas e as flores. Até então algo restrito as floriculturas. A demanda por plantas (pequenas, médias, grandes) tem aumentado no mercado como um todo. E o porquê disso? Há algum fatores envolvidos.

Primeiramente o fator estético, as plantas e flores dentro de casa, convenhamos, dão um ar mais bonito na residência, seja em casa ou apartamentos. A vegetação, principalmente as ornamentais, deixam o espaço mais leve e visualmente mais agradável.

Outro ponto importante, principalmente para quem mora sozinho, é a sensação de cuidar de algo, há o sentimento de responsabilidade e de manter em casa um ser vivo, mesmo que seja inanimado como as plantas e flores. No caso dos apartamentos é difícil ter bichinhos de estimação e, por conta disso, muitas pessoas têm optado por cuidar de plantinhas o que, durante o isolamento social, também ajuda a relaxar e distrair.
 

Não há crise no setor de plantas e flores


Enquanto muitos setores encolhem, desde antes da crise causada pela pandemia, o setor floricultor vai na contra mão e continua faturando não milhões, mas bilhões de reais. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Floricultura (Ibraflor), o setor movimentou incríveis 8 bilhões de reais em 2019.

Em relação à produção para 2020 os números apontavam um crescimento de 12% nas de plantas verdes em vasos, seguido das com flores com ou sem vasos de 7%. Já as espécies para jardinagem o aumento seria de 4% e as flores de corte avançariam 2%. Obviamente a crise generalizada causada pela pandemia afetou um pouco o setor, mas não foi suficiente para abalar o crescimento que, mesmo mais tímido do que o projetado, ainda se manteve na casa dos 10%.  

A pandemia revelou também um triste cenário. Com o aumento de mortes causadas pela Síndrome Respiratória Aguda Grave, causada pela infecção do Covid-19, aumentaram as vendas de flores para homenagens dos entes queridos, um cenário triste, mas que recuperou o setor tendo em vista o cancelamento de casamentos, festas e outros acontecimentos em que as flores seriam usadas para decoração.  

A produção de plantas e flores no Brasil


O Brasil tem aproximadamente mais de 8 mil produtores especializados na produção de plantas ornamentais e flores, mais de 60 centrais de atacado (cooperativas por exemplo), algo em torno de 700 atacadistas e prestadores de serviço e mais de 20 mil pontos de varejo.

São mais de 15 mil hectares de área cultivada, o que coloca o país no 8º lugar entre os maiores produtores de plantas ornamentais do mundo. Toda essa produção gigantesca acaba ficando aqui mesmo no Brasil. Um número insignificante é exportado, se comparado com outros países.

O tamanho do país, bem como o tamanho da população, faz com que tudo que é produzido aqui acabe ficando no país. Com destaque para o atual momento que tem aumentado a demanda por plantas e flores pela população, que busca deixar suas casas mais verde ou coloridas.

Plantas empregam milhares de brasileiros


Enquanto o país enfrenta uma taxa de desemprego em torno de 13%, o que significa algo em torno de 12,8 milhões de pessoas parada no Brasil, o setor de floricultura vai na contramão desses dados. Em 2019, foram criados 209 mil postos de trabalho, sendo que 54% dessas vagas são no varejo, 39% na produção, 4% no atacado e 3% em outras funções, ainda de acordo com dados da Ibraflor. Apesar da crise o cenário em 2020 não mudou muito, ainda vai bem.

Apesar da tecnologia ter contribuído com o aumento da produção de flores, com máquinas, estufas e outros equipamentos que substituíram a mão de obra, os trabalhadores ainda são necessários, principalmente as mulheres, segundo pesquisas da entidade. Mais de 80% das pessoas que trabalham nesse segmento são mulheres, pois elas são mais ágeis, tem um trato mais delicado no manuseio das plantas e isso faz diferença no produto final.

E essa tendência acaba seguindo no varejo, com as decoradoras nas floriculturas e até as promotoras de supermercado.

Jardinagem ajuda a acalmar e distrair


Muitas pessoas têm optado por começar a cuidar de plantas e flores, porque essa é uma prática relaxante, em tese. Requer paciência (com a rega da planta, adubagem, ajuste de local adequado), requer responsabilidade pois você deve cuidar para não deixar ela sem água (no caso das plantas em vasos), nem deixar água nos pratinhos (para evitar proliferação de mosquitos).

Você deverá ainda cuidar para que insetos não comam seus brotos ou folhas, além de cuidar sempre para que ervas daninhas não tomem conta da planta. É uma ótima dica para quem não tem paciência ou não tem espaço para ter bichinhos de estimação.

As plantas e flores são uma ótima opção nesse momento de tanto estresse e distanciamento social. Desde orquídeas, cactos de vários tamanhos, suculentas, antúrios, violetas, samambaias, palmeiras, gerânios, e até as de temperos como salsinha, cebolinha, orégano, hortelã entre outras.   

← Voltar
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Gestão de Mídias: jovem une tecnologia e evangelização

Quando falamos de internet, ela pode ter muitas funcionalidades e ser usada para os mais variados fins. E para "administrar" todas essas possibilidades, a profissão de gestão de mídias tem despontado como um trabalho cada vez mais necessário no mercado. As empresas que ainda não estão nas redes, não estão ...

Salário emocional: como está o seu?

Quando você é colaborador em uma empresa o salário pode fazer a diferença na sua autoestima, no rendimento do seu trabalho, no ânimo de forma geral de como você realiza a sua atividade. Mas não estamos falando somente de salário "financeiro", nosso foco neste artigo é um outro tipo de ...